Morreu nesta sexta-feira (16) o ator Peter Fonda, famoso pelo filme “Easy Rider” – no Brasil, “Sem destino”. Ele tinha 79 anos e sofria de câncer no pulmão, não resistindo a um quadro de insuficiência pulmonar.

A família divulgou um comunicado através da revista “People” lamentando a morte. “É com profundo pesar que compartilhamos esta notícia. Peter morreu pacificamente na manhã desta sexta-feira, 16 de agosto, às 11h05 em sua casa em Los Angeles, cercado por sua família”, diz o texto. “É um dos momentos mais tristes das nossas vidas, nós não conseguimos encontrar as palavras para expressar a dor nos nossos corações”.

Enquanto lamentamos a perda deste doce e gracioso homem, também desejamos que todos celebrem seu espírito indomável e amor pela vida. Em homenagem a Peter, por favor façam um brinde à liberdade“, pede a família.

Nascido em Nova York, Peter era parte de uma família de atores. Seu pai foi Henry Fonda e ele era irmão de Jane Fonda. Começou a carreira nos anos 1960 na Broadway e depois chegou ao cinema. Seu primeiro filme, em 1963, foi a comédia romântica “Artimanhas do Amor”.

Easy Rider foi filme de maior destaque da carreira do ator 

“Easy Rider” foi o filme que fez sua carreira deslanchar. Ele participou como ator e também no roteiro e na produção. O longa é considerado um marco da contracultura do final dos anos 1960 e traz ainda Denis Hopper e Jack Nicholson no elenco. A trilha sonora tinha a clássica “Born to be wild”, da banda Stephenwolf, considerada o hino dos motociclistas.

A filmografia de Fonda inclui títulos mais recentes como “Os indomáveis” (2007), “Motoqueiro Fantasma” (2007) e “Fuga de Los Angeles” (1996).

Fonda concorreu duas vezes ao Oscar, primeiro por “Easy Rider” e em 1997 por “O ouro de Ulissses”. Por esse último, venceu um Globo de Ouro. Também ganhou essa premiação com a minissérie “The Passion of Ayn Rand”, em 2000,

Peter deixa dois filhos: Justin Fonda e a atriz Bridget Fonda.

*Correio24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here