A rara e altamente mortal ameba que vive em lagos e come ‘cérebro’ humano