“Queiram me perdoar”, pede procurador após soltar pum em sessão virtual; veja estas e outras gafes em sessões virtuais

Desde que o Judiciário começou a realizar sessões por meio virtual com mais frequência, em razão da pandemia, cenas inusitadas começaram a aparecer durante os julgamentos. É o caso de uma sessão por videoconferência do TJ/MT, na qual, por um “descuido”, o procurador Paulo Padro esqueceu o microfone ligado e acabou soltando um pum. O […]

Continue Lendo