Coreia do Sul indicia grupo por vazar tecnologia de telas flexíveis

InfoNews

Procuradores sul-coreanos disseram nesta quinta-feira (29) que indiciaram nove pessoas sob suspeita de vazarem uma tecnologia de telas flexíveis da Samsung para uma empresa chinesa.

A Procuradoria do Distrito de Suwon acusa o presidente-executivo e oito funcionários da fornecedora Toptec por venderem informações neste ano sobre os painéis orgânicos de diodo emissor de luz (OLED) da Samsung.

O grupo é acusado de formar uma empresa fantasma separada que recebeu informações sobre o uso do equipamento e desenhos de painéis obtidos da subsidiária Samsung Display. O grupo também é acusado de vender alguns dos documentos na China por 15,5 bilhões de won (13,85 milhões de dólares), segundo a procuradoria.

A Toptec, que produz equipamentos automatizados para fazer painéis de telas para celulares, rejeitou as acusações.

“Nossa empresa nunca disponibilizou tecnologia industrial da Samsung Display ou segredos empresariais para um cliente chinês. Nossa companhia irá cooperar completamente com os procedimentos legais para chegarmos à verdade nos tribunais”, disse a Toptec em nota.

*R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.