CRÍTICA DE CINEMA BY ARIEL Nº 154 – Indiana Jones e o Templo da Perdição 1984 (Indiana Jones and the Temple of Doom)

Filmes por Ariel

SINOPSE: O filme começa no ano de 1935, onde Indiana Jones (ou Indy) escapa das garras de Lao Che, um chefão do crime em Xangai. Com seus ajudantes; um garoto chinês de somente onze anos de idade, Short Round (ou Shorty), e uma cantora de boate Willie Scott, Indiana foge de Xangai em um avião em que, sem eles saberem, é de propriedade de Lao Che . Os pilotos deixam ao avião ao longo dos Himalaias, mas o trio por pouco conseguiu escapar em um barco inflável e descer as encostas em uma corredeira. Eles vêm para Mayapore, uma aldeia desolada no norte da Índia, onde os pobres aldeões acreditam que eles (Indy e seus amigos) foram enviados pelo deus hindu Shiva e alistar sua ajuda para recuperar o sagrado Sivalinga, uma pedra roubada de seu santuário, bem como as crianças da comunidade, a partir de forças do mal no Palácio Pankot nas proximidades. Durante a viagem para Pankot, Indy levanta a hipótese de que a pedra pode ser uma das cinco pedras de Sankara da fábula que promete fortuna e glória. ASSISTA O VÍDEO PARA A CRÍTICA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.