Ministro do Supremo concede ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello o direito de ficar em silêncio na CPI da Covid

Notícias e Comentários do Locutor de Rádio

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), concedeu parcialmente a ordem no HC (habeas corpus) 201912 para garantir ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello o direito a não responder perguntas que possam incriminá-lo em seu depoimento à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, marcado para a próxima quarta-feira (19). O comparecimento, no entanto, é compulsório, e o depoente não poderá faltar com a verdade relativamente a todos os demais questionamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.