O que é mais importante na pandemia: comprar sapatos ou rezar?

Notícias e Comentários do Locutor de Rádio

A resposta certa é: depende. É por isso que, embora as críticas sejam compreensíveis, a reabertura dos templos religiosos com 25% da capacidade de ocupação é uma medida que se alinha com o contexto mais amplo. Se tudo estivesse fechado, não faria sentido. Mas se bares, restaurantes e lojas estão funcionando, nada mais justo do que adotar critérios semelhantes para a fé.  

Pode-se argumentar que é possível rezar em casa. Correto. Mas também é possível comprar sapatos sem sair para a rua.  Até pelo telefone.   

 Vale lembrar que existe uma autorização para a abertura, não obrigatoriedade, assim como cabe a cada fiel decidir se vai ou não. Por isso, estou tranquilo. Duvido que alguém verdadeiramente conectado aos ensinamentos divinos coloque a sua vida ou a de outros deliberadamente em risco.

*GauchaZH

O que você acha dessa discussão? Comente abaixo…

INSERIMOS ESTA INFORMAÇÃO DEVIDO A DISCUSSÃO ATUAL ENTRE OS MINISTROS DO STF. VEJA ABAIXO:

OU VEJA AQUI

Veja Mais:  Municípios relatam ter recebido frascos de vacinas contra Covid-19 com menos doses que o previsto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.